SAUDADES FELINAS

Por: Rosi Santos Faz 78 dias que estou longe dos bichanos da minha vida, oito ao total. Desses, quatro gatinhas são minhas e nem sei descrever o nível de saudade que estou sentindo… Dormir sem meus felinos – meus reikianos naturais – tem sido estranho, só sofro um pouco menos por conta da pós queContinuar lendo “SAUDADES FELINAS”

VIDA

Por: Rosi Santos Dormi triste, acordei triste. A notícia veio às 10:30 h. Menos uma tia no mundo, na minha vida. Inevitável não chorar, não lembrar dos momentos que passamos juntas nas minhas férias escolares, era a tia predileta. A canja mais gostosa, o feijão mais saboroso, o frango perfeitamente assado e o melhor doceContinuar lendo “VIDA”

DE MALAS PRONTAS

Por: Rosi Santos Minha querida M, As malas já estão prontas. Coloquei as melhores blusas, as melhores calças, os melhores vestidos e sapatos. Os brincos de prata, o terço de rosas prensadas, a Bíblia Sagrada. Numa pasta organizei os últimos exames médicos, os certificados e diplomas, o currículo atualizado. Levo fotos de todos os meusContinuar lendo “DE MALAS PRONTAS”

ELOCUBRAÇÕES

Por: Rosi Santos Não foi fácil ser Maria, não foi fácil ser Frida, não é fácil ser Rosi, mas sigo tentando. Longe de mim querer me comparar a essas duas mulheres incríveis, fortes, que marcaram presença na história e que significam muito na minha vida. Só enalteço mesmo a grandeza delas e procuro me inspirarContinuar lendo “ELOCUBRAÇÕES”

FILTRO DOS SONHOS

Por: Rosi Santos Nem nos meus sonhos mais bucólicos, poderia imaginar uma vista dessas! Por essa janela entra luz, insetinhos e paz! Mato seco, mato verde, tons claros, tons escuros, folhas no pé, folhas no chão, folhas no rio… tudo isso embalando meus pensamentos, norteando minhas vontades, conduzindo meus propósitos, aquietando meu coração! No romperContinuar lendo “FILTRO DOS SONHOS”

LIMÃO PARA TEQUILA

Por: Rosi Santos Fui despejada da minha zona de conforto sem nenhum prévio aviso. Me expulsaram dos meus costumes e rotinas que tinha sob controle. Me arrancaram do meu pedaço seguro, que não me assustava e que me mantinha tranquila, passiva, acomodada.           Meus pensamentos e comportamentos arraigados por um longo tempo, foram drasticamente podadosContinuar lendo “LIMÃO PARA TEQUILA”

DITO DE FRIDA

Por: Rosi Santos “Onde não puderes amar, não te demores”, nunca antes em minha vida, esse dito de Frida fez tanto sentido. Não posso amar onde não há empatia para com os sentimentos e dor do próximo, porque o “amor é paciente e bondoso”. Não posso amar onde não se vive uma história autêntica, nossa,Continuar lendo “DITO DE FRIDA”

PG

Por: Rosi Santos Isso não tá certo não! Tô dilacerada com a dor da partida do Paulo Gustavo. Assim como fiquei dilacerada com a partida do meu tio Paulo, dos meus primos Fernando e Ismael, da tia Selma da Elaine, da mãe da minha amiga Marcelle, da mãe do Pe. Fabio, do colega de trabalhoContinuar lendo “PG”

GATA NO CIO

Por: Rosi Santos Em cada salto, uma esperança de matar a vontade de algo que nunca experimentou. E ela amanheceu assim, completamente no cio! É um desespero de contorções, um desassossego de movimentos, nada tá bom, nada tá satisfatório. E ela segue no seu sofrimento matinal ao longo do dia… Comer e beber é umContinuar lendo “GATA NO CIO”