VOA PASSARINHO

Por: Karla Militão Ele chegou assustado. Seu bico parecia machucado. Trazia suas asas feridas e Nos olhos lembranças perdidas. Cansado de voos cansativos Largado e já sem motivos Não sabia o porquê, mas se encantou por ela. Talvez pelo seu jeito de criança que trouxe a ele um raio de esperança. Ela cuidou do PassarinhoContinuar lendo “VOA PASSARINHO”

NO MUSEU DOS AMORES PERDIDOS

Por: Lidianne Monteiro Não se demora no museu Não se quer souvenir Tudo o que se quer é partir Os corredores estão vazios As gargalhadas nas prateleiras soam tristes De repente se está lá, sem que se queira estar Já era outro tempo e foi a música que lhe levou O perfume que lhe levouContinuar lendo “NO MUSEU DOS AMORES PERDIDOS”