IN MEMORIAN

O dia chora contra meu peito
Lágrimas frias de partida.
Não das palavras,
Vivas
Agarradas ao muro feito Hera
Feito Eva
Sobem esgueiras e transcendentes.
Agarram o tempo do poema que prometi
E não cumpri
Não cumpri porque eram suas as palavras
De seus segredos
Que me pediu duras de vida
Para trazer de volta
Os passarinhos
Verdes
Da sua juventude.

(In memorian Isabel Pakes)


Crédito da Imagem: Foto por cottonbro em Pexels.com

Os textos representam a visão das respectivas autoras e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Katja Mota

Não fui eu, foi o meu eu lírico.

2 comentários em “IN MEMORIAN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: