Errante

Um dia torto. Cancelam-se as alegrias Anulam-se a saliva nos cantos Cala a língua minguante Entre incisivos. Apaga esses calores Limpando os vestígios Dos poros dilatados Transpirando as cores desconhecidas As texturas escondidas Dos suspiros sibilantes…? Cale-os Crédito da imagem: PEXELS “Os textos representam a visão dos respectivos autores e não expressam a opinião do SabáticoContinuar lendo “Errante”

BATOM

Por: Julia Quintanilha Vermelho, laranja, rosa, marrom. Ela observava as cores e pensava no quanto sentia vontade de usar um, mesmo debaixo da máscara, sem ninguém ver. Que mal faria? Vermelho, laranja, rosa, marrom. Ela observava as cores e pensava no quanto sentia vontade de usar um, mesmo debaixo da máscara, sem ninguém ver. QueContinuar lendo “BATOM”

PALETA DE CORES

Por: Lidianne Monteiro Nesse cenário onírico, ela fazia parte de cada aventura e se sentia tão pertencente a aqueles lugares como os demais que ali transitavam com familiaridade. Acordou no seu quarto preto e branco e nele passou todo o dia. Já tinha se acostumado a falta de cor. No começo foi estranho e tomouContinuar lendo “PALETA DE CORES”