MEIO-DIA

Por: Sônia Souza Todos os dias, na saída da Escola passava por aquela casa de vila em uma rua repleta de árvores. Dali vinha um cheiro de casa, vozes ao fundo, panela de pressão no fogo, tempero de comida fresquinha para alguém. Nunca vi nem tampouco conheci qualquer pessoa dali. Mas, naqueles não mais queContinuar lendo “MEIO-DIA”

CARTEIRO

Por: Angelica Na minha adolescência tínhamos uma verdadeira veneração pelo carteiro. Como já está dito no próprio nome da ocupação que tem, o carteiro era o funcionário dos Correios que tinha por obrigação entregar a correspondência nos endereços escritos nos envelopes.Naquele tempo, só homens podiam ser carteiros. Andavam a pé por muitas ruas do bairroContinuar lendo “CARTEIRO”

DIARIAMENTE

Por: Lidianne Monteiro Tenho que lavar o cabelo. Agora estou sem paciência. Será que dava para aguentar sem lavar até amanhã? Olho no espelho. Reparo na cor dos fios. Ora gosto. Ora duvido se a última cor ficou boa mesmo. Mas eu ia apenas decidir se estava sujo. Foco. Lembro que amanhã terei um compromissoContinuar lendo “DIARIAMENTE”

Atenção Plena

Nesses últimos tempos, estou na vibe da atenção plena. Atendendo às necessidades do meu ser, após inúmeras mudanças, acredito piamente que esta prática pode realmente nos ajudar a driblar a ansiedade e o desassossego. Descobrindo a nova mulher que me tornei, de 10 meses pra cá, busquei inúmeros conhecimentos: xamanismo, umbanda (antiga paixão), cachimbo sagrado,Continuar lendo “Atenção Plena”

CAFÉ COM AMIGAS

Por: Lidya Gois Bem cedo uma amiga sugeriu um encontro. Não demorou muito para o burburinho começar. Várias mensagens palpitando na tela. Quando será? Onde? Que horas? Posso amanhã, eu também. Desculpa, meninas, amanhã irei com a Mimi à casa de uma amiguinha. E se fosse almoço, você poderia? Puxa! Se for almoço eu éContinuar lendo “CAFÉ COM AMIGAS”

ELOCUBRAÇÕES

Por: Rosi Santos Não foi fácil ser Maria, não foi fácil ser Frida, não é fácil ser Rosi, mas sigo tentando. Longe de mim querer me comparar a essas duas mulheres incríveis, fortes, que marcaram presença na história e que significam muito na minha vida. Só enalteço mesmo a grandeza delas e procuro me inspirarContinuar lendo “ELOCUBRAÇÕES”

NÃO TOQUE NO MEU CABELO!

Por: Elaine Resende Recebi uma tarde dessas uma mensagem com uma foto, uma daquelas recordações que te transportam de pronto para um dia infinitamente bom. Minha irmã e eu, lado a lado, no batismo da bebê que eu seguro nos braços, com meus olhos inchados e o nariz vermelho. Olívia, a bebê em meu colo,Continuar lendo “NÃO TOQUE NO MEU CABELO!”

SOB(RE) O GUARDA-CHUVA

Por: Lidianne Monteiro Nunca gostei de guarda-chuva. Inicialmente, por questões práticas. Sempre o vi como um trambolho que passava mais tempo fechado, sendo levado de um lado para o outro, do que efetivamente sendo usado sobre nossas cabeças. E quando chegava a ser aberto para ser usado alguma vez, precisava depois ser carregado encharcado porContinuar lendo “SOB(RE) O GUARDA-CHUVA”

FILTRO DOS SONHOS

Por: Rosi Santos Nem nos meus sonhos mais bucólicos, poderia imaginar uma vista dessas! Por essa janela entra luz, insetinhos e paz! Mato seco, mato verde, tons claros, tons escuros, folhas no pé, folhas no chão, folhas no rio… tudo isso embalando meus pensamentos, norteando minhas vontades, conduzindo meus propósitos, aquietando meu coração! No romperContinuar lendo “FILTRO DOS SONHOS”