As quatro estações do amor

A falta de amor é como o inverno frio e sozinho. Onde sentimos calafrios que deixam nosso coração gelado, petrificado, sem vida e sem sentido. No inverno o branco se mistura ao vazio dos sentimentos onde nem a dor consegue existir. O amor que floresce é como a primavera que desperta nossos diversos desejos. NasceContinuar lendo “As quatro estações do amor”

MÃE, ME OUVES

( Jovina Benigno) Mamã, quero te dizer palavras inauditas. presentes. alqueires tua  presença nas noites em que vago sem ti. te amo, mãe! eu  te dizia. Hoje, incompleta pela tua ausência total te enxergo . declaro meu amor seguro  teu rosto em minhas mãos vazias. é exato que te amo. Escrevo no bronze teu verbeteContinuar lendo MÃE, ME OUVES

O homem perfeito existe?

“Qualidades imprescindíveis: estar disponível, ser honesto e bem humorado, morar nos arredores, ter uma aparência agradável, ser carinhoso e bom de cama (com a minha pegada!) que transite entre o amante romântico e o amante voraz, que tenha fantasias e as desperte, que mande bem no sexo oral (que raridade!), que me respeite como mulherContinuar lendo O homem perfeito existe?

AINDA PREFIRO AMAR NESTE MUNDO DE GUERRAS

Sempre fui do tipo de pessoa que gosta das coisas feitas do meu jeito, uma workaholic literalmente falando, eu vivi muitos anos sendo minha única pessoa de segurança, sendo meu próprio porto seguro. Sigo assim. Eu já gostei de alguém, uma, duas, três vezes. Essas pessoas têm um espaço na minha vida até hoje, euContinuar lendo “AINDA PREFIRO AMAR NESTE MUNDO DE GUERRAS”

Revelação

Era manhã, mas não de um dia comum. Aquele era especial. Arrumei tudo com a ajuda dos meus queridos familiares e amigos. Comprei comidas variadas. Salgadinhos, confit de tomate cereja, pãezinhos, carne de caranguejo (que adoro) e outras tortas. Encomendei também doces e bolinhos para compor o banquete. A decoração estava linda. Ficou do jeitoContinuar lendo “Revelação”

OBRIGADO MOÇA

Moça, lembro de você desde o início, as primeiras sensações… Lembro do calor do seu corpo, das batidas do seu coração. As vezes ele batia tão acelerado que se confundia com o meu. O som das suas risadas eram como o badalar convidativo dos sinos das igrejas ao chamar os seus fiéis. Lembro também doContinuar lendo “OBRIGADO MOÇA”

SAUDADES FELINAS

Por: Rosi Santos Faz 78 dias que estou longe dos bichanos da minha vida, oito ao total. Desses, quatro gatinhas são minhas e nem sei descrever o nível de saudade que estou sentindo… Dormir sem meus felinos – meus reikianos naturais – tem sido estranho, só sofro um pouco menos por conta da pós queContinuar lendo “SAUDADES FELINAS”