Cortina de fumaça

Ela chega silenciosa, sorrateira como uma serpente que planeja, meticulosamente, o bote perfeito em sua presa desavisada. Não deixa claro o motivo de sua vinda, mas surge de repente. E assim, nessa fugacidade, o discernimento completamente desprevenido não consegue encontrar defesas. No início, aparece disfarçada de um pequeno sopro no estômago e, antes que seContinuar lendo Cortina de fumaça

CARTA PARA MÃE BIOLÓGICA DA MINHA FILHA ADOTIVA

Querida amiga: Este ano resolvi escrever cartas para as pessoas, que de alguma forma fazem parte da minha vida. Você é uma dessas pessoas, que entrou na minha vida de forma radical e para sempre.Hoje é seu aniversário. Não me esqueço e nunca poderei esquecer. Você me deu uma das joias preciosas de minha família.Continuar lendo “CARTA PARA MÃE BIOLÓGICA DA MINHA FILHA ADOTIVA”

Memento

Memento. Gosto de te esquecer Gosto de te esquecer todos os dias Como um processo degenerativo, te lembrar. Para então, Ter motivo de esquecer. Gosto de verificar as portas e as janelas  Me certificar continuam fechadas. Te olhar rindo nos dentes de domingos E desfolhar as cartas de mínimas Escritas Ditas Lidas Guardadas Furtivas DeContinuar lendo “Memento”

Espelho

Quando a dor ou a raiva vier, olhe bem fundo nos seus olhos, sinta, ampare e solte! Quando a tristeza e indignação chegar, encare de frente não seja resistente, receba, acolha e coloque cada coisa em seu lugar! Se o amor , a alegria chegar receba, sinta, explore e deixe fluir! Se em plenitude vocêContinuar lendo “Espelho”

CÉU, SOL, ÁGUA E NATUREZA

Como eu amo estar no meio do verde olhando o céu em sua imensidão com algumas nuvens brancas e o brilho maravilhoso de um sol. Nas nuvens brancas do céu aparecem bichos, flores e tudo de belo que se possa imaginar. Fico a olhar a beleza de uma sombra escura de uma árvore tão plenaContinuar lendo “CÉU, SOL, ÁGUA E NATUREZA”

SONHO

Por: Lívia Maria Gostava de andar entre as ruas Imaginando que um dia, Risonho destinho me pudesse Acalentar os sonhos Semeando em meu peito Somente as cores vivazes Órbitas em amarelo ouro Irlanda em suas folhas Suave perfume… Petrichor… Inspiração diária movendo-me Rendendo meus sentidos Lavando coração e alma Arremessando meu olhar Na direção doContinuar lendo “SONHO”

SENTIDO DO TACTO

Por: Daniela Echeverri Fierro Ela estava sentada, bebendo café, seu cabelo castanho acariciando suas costas cobertas por uma jaqueta de lã com listras coloridas. Nas mãos um livrinho e os olhos fixos nas páginas amareladas furadas pelo tempo. Ele não conseguia parar de olhá-la, sentou-se na mesa ao lado sem esconder o encanto por aqueleContinuar lendo “SENTIDO DO TACTO”