A FESTA ESTAVA PRONTA

Balões coloridos, mesas decoradas, um cheiro de felicidade invadindo todo o salão. Barulho de taças para as bebidas e uma música maravilhosa preenchendo o lugar Ela queria sair rodopiando, sorrindo, enchendo o pulmão daquela energia boa, daquele tanto faz, daquele lugar onde tudo era único e especial Um som alto e diferente Sobressalto Ela acordaContinuar lendo “A FESTA ESTAVA PRONTA”

ISSO DÁ SAMBA

Se sua saliva, cicatriza minha ferida o que dirás, do seu corpo sobre o meu? Não sei, de que essência és feito, Mas sei, que a nossa história já valeu. Fez oração em forma de canção, Dizendo que não és a favor do tempo. Mas tens que concordar que ele se multiplicou, quando nos conhecemosContinuar lendo “ISSO DÁ SAMBA”

A SAPATILHA QUEBRADA (Ou um abraço no ano novo)

Acostumou-se a ser competitiva desde criança. Nas aulas de jazz que fazia ainda bem pequena, a professora sempre dava uma sapatilha de louça para a aluna que tivesse se destacado mais. Quase toda a semana, era ela quem ganhava. E sentia-se orgulhosa. Uma sensação de que seu esforço era visto, reconhecido. E enfim, era admirada,Continuar lendo “A SAPATILHA QUEBRADA (Ou um abraço no ano novo)”