OBRIGADO MOÇA

Moça, lembro de você desde o início, as primeiras sensações… Lembro do calor do seu corpo, das batidas do seu coração. As vezes ele batia tão acelerado que se confundia com o meu. O som das suas risadas eram como o badalar convidativo dos sinos das igrejas ao chamar os seus fiéis. Lembro também doContinuar lendo “OBRIGADO MOÇA”

Reencontros 

Olhou profundamente no espelho Para além da imagem, quem estava ali? Reconhecia nos traços mais delicados a menina que fora aos 07 anos Na leveza do olhar  a moça dos 18 Na força, a mulher de 30 Na altivez, a de 40 Eram como camadas sobrepostas  da mesma pessoa Mas que ganhavam contornos diferentes EContinuar lendo “Reencontros “

SIMPLESMENTE EU

Neste momento eu não penso na minha aparência atualizada pela idade. Neste momento apenas penso no que guardo em minha alma. A mulher que sou hoje já foi uma adolescente de saia curta, batom vermelho e longos cabelos soltos ao vento. Tomava refrigerantes, comia cachorro quente e dava risadas gostosas. Desfrutava a vida do jeitoContinuar lendo “SIMPLESMENTE EU”

Lições que aprendi com a vida

Aprendi que os verdadeiros amigos são raros e preciosos. Por mais que as pessoas me queiram bem, cada uma vai seguir o seu próprio caminho. Não importa o tamanho da minha dor, nem da minha alegria; o mundo não vai parar. Anjos vem em forma de pessoas, geralmente, as que menos imaginei. Tomar um porreContinuar lendo Lições que aprendi com a vida

Atenção Plena

Nesses últimos tempos, estou na vibe da atenção plena. Atendendo às necessidades do meu ser, após inúmeras mudanças, acredito piamente que esta prática pode realmente nos ajudar a driblar a ansiedade e o desassossego. Descobrindo a nova mulher que me tornei, de 10 meses pra cá, busquei inúmeros conhecimentos: xamanismo, umbanda (antiga paixão), cachimbo sagrado,Continuar lendo “Atenção Plena”

MULHER

Por favor avisa lá nêgo. Avisa que sou filha do estupro da índia, Do trabalho escravo. Da imigração japonesa, Que sou neta de Sinhá. Avisa que sou branca, negra, azul, vermelha e amarela. Sou filha da terra também. Que brotei do ventre de terras Brasili’s Minha cultura é osmótica… Minha alvura é zica genética. AvisaContinuar lendo “MULHER”

Enluarei

Sou fases, idas e vindas, ter e deixar ir Sou cheia de sonhos, alegrias, esperanças,  lembranças, abundância Nova de espírito, de possibilidades, de experiências Crescente de esperança,  conhecimento, fé Minguante de tudo que não me realiza, não me faz feliz Minguante, nova, crescente, cheia Não necessariamente nesta ordem Cresço,  sumo, brilho, acredito, apareço e meContinuar lendo “Enluarei”