ESCOLHER OU NÃO ESCOLHER, EIS A QUESTÃO…

Sem dúvida é mais fácil viver sem essa preocupação, no estilo Zeca Pagodinho “vida leva eu”, “dançando conforme a música’, “empurrando com a barriga”, usando sempre a forma verbal “queria”. Quando me demitiram em julho de 2021, fui convidada pela vida a escolher: o que farei agora, já que achava que me aposentaria nessa empresa?Continuar lendo “ESCOLHER OU NÃO ESCOLHER, EIS A QUESTÃO…”

Maria(s)

Maria retomou a escrita no diário após três anos sem nenhum registro. Ao pegar aquele caderno de capa cor de rosa, meio emborrachada e com suas folhas sem pauta (Maria não gostava de limites), pôs-se a escrever… “Ah! Que saudade dessas páginas! Quantos sentimentos registrados aqui! Quase três anos se passaram e entre os fatosContinuar lendo “Maria(s)”