Errante

Um dia torto.

Cancelam-se as alegrias

Anulam-se a saliva nos cantos

Cala a língua minguante

Entre incisivos.

Apaga esses calores

Limpando os vestígios

Dos poros dilatados

Transpirando as cores desconhecidas

As texturas escondidas

Dos suspiros sibilantes…?

Cale-os

Crédito da imagem: PEXELS

Os textos representam a visão dos respectivos autores e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Katja Mota

Não fui eu, foi o meu eu lírico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: