VOA PASSARINHO

Por: Karla Militão

Ele chegou assustado.
Seu bico parecia machucado.
Trazia suas asas feridas e
Nos olhos lembranças perdidas.
Cansado de voos cansativos
Largado e já sem motivos
Não sabia o porquê, mas se encantou por ela.
Talvez pelo seu jeito de criança que trouxe a ele um raio de esperança.
Ela cuidou do Passarinho com amor e com o tempo a dor não mais restou.
Ele agora estava serelepe, o bico mais forte.
Ele estava confiante e com as asas curadas.
Cantava belas melodias que embalavam os dias.
Os dois sabiam que era chegado o momento da partida.
Por mais que fosse dolorida não poderiam evitar. 
Afinal, os passarinhos nasceram para voar e ela nasceu para amar.
E ele voou...


Crédito da Imagem: Daniela Echeverri

Os textos representam a visão dos respectivos autores e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Karla Militão

Psicanalista, graduanda em Psicologia, leitora apaixonada e aprendiz no mundo da escrita.

8 comentários em “VOA PASSARINHO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: