Ruídos

Externo …
Busca, a mim, a tempestade
Espreita a ventania
E se abrem as frestas, fendas, fissuras
… na alma …
O olhar não mais me conduz
Contradiz … contrapõe … opõe-se
Confronta minhas certezas
Uma a uma. Todas
Reivindica um lugar, um espaço, um tempo
Inexistentes
… na pele …
Pulsam as frestas, fendas, fissuras
Feridas … vazios
Expulsa, a mim, a tempestade
… interna.


Crédito da imagem:  Foto por Debbie Pan em Pexels.com

Os textos representam a visão das respectivas autoras e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Adriana Agnese

Mulher. Escutadora. Viajante. Ser humano em desfragmentação. Advogada por profissão. Psicanalista por vocação. Astróloga por paixão. Artista em construção, descobertas e estranhamentos — mergulhando fundo, e/ou voando alto, por entre plenas e autênticas experimentações da liberdade de criar e da criação libertária.

Um comentário em “Ruídos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: