Cicatrizes

Cicatrizes

O sopro dos dias sussurra no meu rosto
Nem menina, nem mulher
Como se escreve um corpo
Um tropeço?
Um engano
Foi-se o Pertencimento
O eu refletido no véu do não
Lâmina afiada
Tão crua
Cicatriz fina e fria
Em meu rosto estampado
A velhice de minha mãe.
Incógnita profusa
Dolorida de ser consentida
Marcando a pele
Feito ferro quente


Crédito da imagem:  Foto por Alexander Krivitskiy em Pexels.com

Os textos representam a visão das respectivas autoras e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Katja Mota

Não fui eu, foi o meu eu lírico.

2 comentários em “Cicatrizes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: