As quatro estações do amor

A falta de amor é como o inverno frio e sozinho. Onde sentimos calafrios que deixam nosso coração gelado, petrificado, sem vida e sem sentido. No inverno o branco se mistura ao vazio dos sentimentos onde nem a dor consegue existir.

O amor que floresce é como a primavera que desperta nossos diversos desejos. Nasce amor por todos os lados. O movimento de cores e diversidade transforma tudo numa linda fantasia. Tudo é possível entre os corações.

O outono é como o amor que se transforma. É um amor maduro, porto seguro dos amantes. Consolidado. Um amor que fica cada vez mais forte, calmo, estável e seguro.

E de repente chega o verão. O sol ardente do amor nos invade com uma paixão avassaladora e queremos viver plenamente com toda nossa energia. Mania de você, mania de ter. Mania de sempre querer.

São essas as estações do amor. Acontecem assim naturalmente. Invadem nossos caminhos e transformam e consolidam e mudam novamente. Basta uma pequena semente de vida e lá vem uma nova estação.


Crédito da imagem:  Foto por Magda Ehlers em Pexels.com

Os textos representam a visão das respectivas autoras e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Karla Militão

Psicanalista, graduanda em Psicologia, leitora apaixonada e aprendiz no mundo da escrita.

Um comentário em “As quatro estações do amor

  1. Karla, amei a descrição das estações com a fase do amor. E não é que é assim mesmo. Seja o amor que guardamos dentro da gente, seja aquele que queremos doar pro mundo!!! Quando tomamos consciência que nossos sentimentos vivem de fases, passamos a respeitar os ciclos com mais serenidade e doçura!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: