Banquete aos vermes.

Banquete aos vermes

Banquete aos vermes

A irregularidade
Da ordem dos dias
é cada átomo gritando
(Des) acelerar!!!
Tempo urge
brada as horas irreversíveis
pêndulo imperfeito
ranhuras insistentes e obrigatórias,
comemoradas ano a ano
Por quê?
o entregar seu respirar ao desconhecido?
aplaudir a dor dos dias contados?
Acelerar
comer a vida com as mãos
Sem etiqueta
Sem permissão
só então…
…aos vermes mal passado.

Crédito da imagem:  Pexels.com

Os textos representam a visão das respectivas autoras e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Katja Mota

Não fui eu, foi o meu eu lírico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: