A CIDADE QUE CHORA TAMBÉM SORRI

Parte 1 - A chuva

Chove há tantos dias…que parecem meses, que viram anos.

a cidade está cinza escuro, às vezes branca, ou ainda cinza claro,

outras vezes um azul alaranjado aparece entre as nuvens …

parece lembrar que o céu está lá!!!!

E que o Sol um dia voltará a brilhar

Lentamente a água escorre pelo vidro, se fossem lágrimas,

os dias são tristes:

as manhãs frias, as tardes monótonas e as noites longas!!!

Fico reflexiva … olhando pro nada … buscando o relógio,

penso em aproveitar o tempo:

  • talvez estudar;
  • ou colocar a leitura em dia;
  • ouvir música;
  • quem sabe organizar o armário;
  • também limpar a casa;
  • ou assistir uns filmes ou séries;
  • melhor ainda, aprender um prato novo;
  • ou inclusive me exercitar em casa;

mas nada faço !!!! 

Apenas fico alí, parada, hipnotizada, só olho pela janela…

observando o movimento da rua:

vejo as pessoas molhadas correndo para se proteger da chuva;

o trânsito engarrafado enquanto o sinal abre e fecha;

um cachorro perdido entre buzinas;

crianças brincando na poça;

assisto a tudo como um filme preto e branco, em câmera lenta,

como se a cena acontecesse num tempo diferente do momento presente. 

A cidade chora!!!!

Chora…a miséria de seu povo,

a decadência moral;

os flagelos da vida;

as dores da alma;

o egoísmo do ser humano;

a mesquinhez dos afortunados;

as inundações, as tragédias;

as doenças, as epidemias;

a morte de seus habitantes;

[….]

Mas ela volta a sorrir porque ainda há esperança…

[CONTINUA ….]


Crédito da Imagem: Foto por Aleksandar Pasaric em Pexels.com

Os textos representam a visão das respectivas autoras e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Karina Freitas

Nascida em Niterói/RJ, residente na Capital Federal, desbravadora do cerrado. Ama natureza, trilha, pedalar, filmes, música, conversar bastante (gêmeos, já entendeu) e vez em quando se perder dentre as letras e as palavras.

2 comentários em “A CIDADE QUE CHORA TAMBÉM SORRI

  1. Oi, Karina , parabéns, querida. Seu texto, cheio de movimentos, imagético, é ao mesmo tempo muito reflexivo. São quase paradoxais essas duas características, nele muito bem trabalhadas.
    muito bem trabalhadas. Obrigada por compartilhar. Beijo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: