CONSELHO DE QUEM TE AMA

Ela me chegou num dia nublado pela tristeza com uma pergunta que parecia simples, coisa de gente que soma dois mais dois e realmente encontra quatro. Meu somatório tendia a cinco, mas, naqueles dias, eu só enxergava o três como resposta.
Sem humor, ouvi o que tinha a dizer. Eu não devia jogar tudo que construí para o alto pelas minhas paixões. Paixões queimam rápido e se apagam. Definitivamente não, não era isso que eu queria. Eu devia querer a chama que perdura, a velha e boa estabilidade emocional, nada de arroubos, só a sabedoria das escolhas simples.
Achei pouco.
Argumento fraco. Qual filósofo disse que devemos aceitar tão pouco da vida?
Não era pouco o que tinha. E se continuasse com consistência em meu caminho obteria muito mais do que imaginava. Eu precisava apenas me manter no curso, ajustar as velas, meu vento de prosperidade estava soprando.
Meu ego gritou “ganho o que com isso? Com essa tal sonhada consistência?” Ela me respondeu com um sorriso: o mundo pode ser seu.
Na carreira, conseguia me ver sentada na mesa da chefia, comandando aquelas pessoas com meu estilo de liderança. Era isso, eu queria abraçar aquela ideia. Mas ela não vinha sozinha. Vinha com o casamento a reboque, com um plano infalível do Cebolinha para derrotar a Mônica. Novamente, chamada à consciência, um recado simples: “casamento sem amor, sem um amor profundo, melhor não casar.”
Fiquei intrigada com esse conselho, para mim era fácil, só divorciar se não der certo! Não, novamente, não tinha como ser casada apenas por convenção social. Era preciso entender que seriam necessárias boas doses de superação de obstáculos, salto, natação, e outros esportes olímpicos para lidar com as diferenças que se mostram quando um prefere assistir o futebol e o outro a novela.
Me imaginei nesse momento no curso certo: sabia que casamento só com amor, que carreira é se manter numa rota bem traçada, porque a ladeira é grande e a marcha é lenta.
Ainda precisava entender que nem todos que se apresentavam como amigos assim o são. E que dirigir minha vida é como guiar um carro. Às vezes aceleramos, às vezes pisamos no freio, olhamos para trás antes de mudar de curso, de pista, de rumo, e vemos se a passagem que nos dão está realmente livre e não nos conduzirá ao caminho esburacado.
O melhor de todos os conselhos: compre seu carro e dirija sua vida.
Não foi exatamente assim, mas eu entendi.

Crédito da Imagem: Foto Pexels.com

Os textos representam a visão das respectivas autoras e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Elaine Resende

Aspirante a escritora, amante das letras, viciada em criatividade fantasiada de texto, foto, desenho, música e escultura de argila. Um dia será boa em pelo menos uma dessas coisas, mas se diverte em seguir tentando.

12 comentários em “CONSELHO DE QUEM TE AMA

    1. Obrigada, meu amigo!
      Há quase um ano eu e mais uma amiga fundamos esse coletivo com a ajuda de outras mulheres e publicamos nossos escritos uma vez por mês. Te convido a ler os outros textos, são todos muito bons! 😍

      Curtir

  1. Elaine querida, parabéns! Seu texto nos põe a pensar deliciosamente, não há peso nem dor em suas reflexões, tão certeiras quanto imprevisível é viver. Achei muito legal você deixar com o leitor a seguinte pergunta: afinal, a narradora, aqui em prmeira pessoa, vai ponderar e planejar a própria vida, ou ela simplesmente se entregará ao incerto,? A tarefa da resposta é para cada um de nós, seus leitores, e imagino a diversidade de decisões que teu texto ensejará. Parabéns. Um beijo!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Jovina, como é bom te ler na minha escrita… tanta reflexão boa trazida aqui, que só você e meus queridos leitores poderiam me dar de presente. Aceitamos o conselho de quem nos ama ou dirigimos nossa própria vida?! Kkkk
      A vida é isso! Bjs

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: