SOBREVIVENTE

Por: Karina Freitas

Tentaram abortar-te:
um sopro de vida que lutava,
em um corpo nutrido pela rejeição,
pelo desamor e pela revolta;
lutou e,
contra todas as expectativas,
vieste ao mundo,
como uma flor entre os espinhos
prosperou.

Tentaram desamar-te:
não lhe deram abraços,
não ganhou beijos,
não havia alegria,
menos ainda carinho ou consolo,
nem palavras afirmativas,
o ambiente hostil da placenta
fora reproduzido fora dela,
contra todas as expectativas,
aprendeu amar em sua solidão. 

Tentaram moldar-te;
disseram o que vestir,
como se comportar,
para onde ir,
o que fazer,
o que ler ou não ler,
silenciar sua verdade,
ameaçar sua paz.

Tentaram calar-te:
definir exatamente o que falar,
o que não falar,
de que modo se expressar,
quais palavras dialogar,
qual o tom de voz usar,
até sua entonação, e
não demonstrar sua intenção,
abafar sua espontaneidade.

Tentaram intimidar-te;
abafar seus sonhos;
diminuir seus desejos;
destruir seus planos;
desestimularam suas capacidades;
desconstruir suas habilidades;
subestimar sua inteligência;
reduzir sua liberdade.

Tentaram desonrá-la;
atentaram contra seu corpo,
partiram seu coração, 
furtaram sua alma;
suas vestes estavam rasgadas,
seu corpo sujo e ferido,
tomado de marcas 
que lhe lembrariam para sempre;
que tinha sobrevivido,
à luta que travara.

Sobreviveu ao Holocausto, 
as guerras, ao paternalismo,
ao machismo, ao sexismo
Quem era essa fortaleza?
Qual seu nome?
Podem lhe chamar de menina, moça, mulher, senhora
a depender da idade
Mais conhecida como Sobrevivente. 

Tentaram de todas as formas;
e ainda tentam;
lhe dizer que sua existência é uma propriedade;
um patrimônio inalienável;
que não pode fazer tudo o que quer;
que precisa dar satisfação;
que precisa pedir autorização;
que o mundo exige isso;
mas não conseguiram;
E sempre, ela vai lutar e vai vencer!
E mais uma vez sobreviver!

Crédito da imagem: Foto por Felix Mittermeier em Pexels.com

Os textos representam a visão dos respectivos autores e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

Publicado por Karina Freitas

Nascida em Niterói/RJ, residente na Capital Federal, desbravadora do cerrado. Ama natureza, trilha, pedalar, filmes, música, conversar bastante (gêmeos, já entendeu) e vez em quando se perder dentre as letras e as palavras.

Um comentário em “SOBREVIVENTE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: