Por: Angelica

Estou presa entre quatro paredes. Há um pouco de exagero nesta afirmação porque a casa onde moro é grande e tem muitas paredes.

Sinto-me terrivelmente só e busco nos quadros de fotografias que enfeitam a minha sala, sentir de novo a alegria dos encontros que não posso ter.

Minha mente é capaz de lembrar de cada gesto, de cada palavra e até de cada gargalhada que demos juntos. Depois me descubro sozinha de novo, quando volto a realidade.

Ocupo-me muito. Faço as tarefas domésticas que são impostas pelas necessidades de cada dia. Aqui estou só de novo. Não posso deixar ninguém entrar na minha casa, nem mesmo para me ajudar.

Crio trabalhos em crochê, minha paixão desde criança. Leio muito, os livros me levam a muitos lugares e muitas histórias.

Cozinho, trabalho que me fascina. Gosto de modificar receitas e criar novos pratos.

Vejo televisão ou fico online e leio e costuro e cozinho e olho as fotos e telefono e continuo me sentindo sozinha.

Sinto que preciso acrescentar ao meu dia algo mais. Vou até a janela da casa e vejo a rua barulhenta. Vejo também a obra que estão fazendo aqui perto. Poeira, conversas em voz alta, batidas fortes, cheiro de cimento etc. Surpreendo-me, nada mais me incomoda, tudo representa vida.

Percebo que no fundo do meu coração existe algo maior que tudo isto, existe esperança de que ainda possa abraçar, beijar e conviver. Agarro-me com força a esta certeza, levanto-me da cama para mais um dia.

Feliz por acordar e agradecida, preparo meu café da manhã.

Angelica

Apaixonada pela vida, sempre em busca de novos desafios.


Foto: Daniela Echeverri

8 comentários em “

  1. Ana, palavra perfeita. Cirúrgica. Que possamos alimentar nossa fé todos os dias para aprendermos a líder com aquilo que não podemos controlar. Linda descrição de um cenário tão real.

    Curtir

  2. Tão atual esse texto. Me faz lembrar o mal estar na civilização onde Freud fala dos 3 fenômenos que causam mal estar na humanidade. Dentre eles nossa limitação humana e as causas naturais (pandemia). Também tenho fé que dias melhores virão. Parabéns pela escrita.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: