HEI DE AMAR UMA MULHER

Por: Katia Mota

Um dia hei de amar uma mulher

Porque já tentei das pedras,

já tentei dos bichos

e todos os demais seres

E hei de amar uma mulher…

Cheia de graça,

Ciente de suas ruínas.

Essa mulher há de caber nos braços.

E afogará suas dores

Na mansidão do sono profundo.

E amarei a essa mulher

Em suas curvas

Porque ela já não quer as ruas retas,

E as correntes pesadas que arrastava.

Ela há de ter orgulho de si.

E de mim.

só teremos as bocas.

Mãos e saliva.

Porque um dia hei de amar uma mulher.

Publicado por Katja Mota

Não fui eu, foi o meu eu lírico.

2 comentários em “HEI DE AMAR UMA MULHER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: