CORAÇÃO

Eu vejo poesia nas flores da calçada,

No desgastado reboco da parede expondo os tijolos em forma de coração.

Na textura histórica dos asfaltos,

No peso dos passos e na leveza dos sons.

No toque do sol me ardendo a pele.

Nos inesquecíveis pequenos detalhes.

Na presença das cores e na ausência delas eu também vejo poesia. 

Eu vejo poesia no período de seca poética, no medo, na sede de viver.

Na paixão, em toda a sua intensidade!

No amor que só o olhar expressa…

Nos corações cansados, na dor…

Na chuva se entregando ao solo.

Nas tardes vazias e noites de insônia.

Nas cinzentas nuvens carregadas de saudade eu também vejo poesia.

Eu vejo poesia, fazer o quê?

.

.

(Lívia Maria – 31/10/2019)

Crédito da imagem: Foto por Lívia Maria

Os textos representam a visão dos respectivos autores e não expressam a opinião do Sabático Literário.”

4 comentários em “CORAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: